Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Curiosidades’ Category

Por Márcio de Souza

O pessoal por aí, vive insistindo que discipulado é uma apostila que deve ser seguida com uma listinha de coisas que são recomendáveis ou não de se fazer. E também insiste em dizer que músico é levita. Sendo assim, segue abaixo 5 regrinhas básicas para o ministério “levítico”!

1- Não esquecer de entoar o shophar no início do período de louvor. Se você esquecer, Deus não manifestará sua presença, porque é através desse toque profético super ungido que Deus discerne que tem que vir encher o povo de sua glória.

2- Quando for ministrar, vire-se de costas para o público, afinal de contas, se todo mundo é uma coisa só… ah… essa não tem explicação…

3- Ungir os instrumentos com óleo ungido e consagrá-los é essencial para uma boa ministração. Lembre-se, instrumentos como bateria e guitarra exigem muito cuidado pois passaram 6 meses fazendo estágio no inferno antes de serem incorporados a nossa liturgia.

4- Sempre cantar mantras que girem em torno de palavras como CHUVA, BENÇÃO, VEM MEU AMADO, ENCHE-ME e coisas do tipo. (Não erotize por favor). Isso causa um frenesi na congregação fora do normal, resultado da unção profética acionadas por estas palavras!

5- Durante a ministração você tem que chorar, ou rir, ou os dois ao mesmo tempo, isso demonstra que alguma coisa está acontecendo de sobrenatural no púlpito. Se isso não acontecer, vide curso da unção do riso com alguns ministérios proféticos por aí.

Bom, por enquanto é isso… Se você quiser enriquecer essa apostila, basta comentar e deixar sua sugestão, os levitas estão esperando!

E no mais… tudo na mais santa paz!

***
Postado por Márcio de Souza, no Púlpito Cristão

Read Full Post »

Deus não vai perguntar que tipo de carro você costumava dirigir… mas vai perguntar quantas pessoas necessitando de ajuda você transportou.

Deus não vai perguntar qual o tamanho da sua casa… mas vai perguntar quantas pessoas você abrigou nela.

Deus não vai fazer perguntas sobre as roupas do seu armário… mas vai perguntar quantas pessoas você ajudou a vestir.

Deus não vai perguntar o montante de seus bens materiais… mas vai perguntar em que medida eles ditaram sua vida.

Deus não vai perguntar qual foi o seu maior salário… mas vai perguntar se você comprometeu o seu caráter para obtê-lo.

Deus não vai perguntar quantas promoções você recebeu… mas vai perguntar de que forma você promoveu os outros.

Deus não vai perguntar qual foi o título do cargo que você ocupava… mas vai perguntar se você desempenhou o seu trabalho com o melhor de suas habilidades.

Deus não vai perguntar quantos amigos você teve… mas vai perguntar para quantas pessoas você foi amigo.

Deus não vai perguntar o que você fez para proteger seus direitos… mas vai perguntar o que você fez para garantir os direitos dos outros.

Deus não vai perguntar em que bairro você morou… mas vai perguntar como você tratou seus vizinhos.

Deus não vai perguntar quantos diplomas você conquistou… mas vai perguntar como você usou seu conhecimento para o bem comum.

Deus não vai perguntar quantos hectares tinha sua propriedade… mas vai perguntar se você ajudou a proteger o meio-ambiente.

Deus não vai perguntar quantas pessoas você atraiu para a igreja… mas vai perguntar como você influenciou o Mundo à sua volta.

Deus não vai perguntar que herança você deixou para seus filhos… mas vai perguntar que legado deixou para as próximas gerações.

E eu me pergunto:

Que tipo de respostas terei para dar?

Talvez Ele nem faça pergunta alguma. Bastaria Seu olhar prescrutante para que todas essas perguntas nos viessem à mente num abrir e piscar de olhos.

E você, está pronto pra encontrar-se com Deus?

***

Fonte: Hermes C. Fernandes.

Read Full Post »

Mangá – Ocultismo

Mangá é Ocultismo (Satanismo), vejam só alguns termos que retirei de alguns mangás da minha irmã, que graça Jesus, ela recentemente jogou fora.

Vejam os termos e seus respectivos significados:

Classe E: No original, o termo era “Class End” do Inglês, última classe. No mangá, última categoria das castas dos vampiros.

Shinuza Hiou: o nome dessa vampira é escrito com os kanjis de “sereno” ou enclausurado (Shizuka) e Cerejeira Escarlate (Hiou).

Terran: do mangá “ser de vida curta”. É como os vampiros chamam os humanos.

Vaticano: do mangá. Organização ultranacionalista fundaa por humanos visando o combate aos vampiros. Sua sede fica em Roma. A origem da palavra vaticanus está relacionada com o sentido de profecia. A colina do vaticano significa, portanto, Colina da Profecia.

Methuselah: do mangá. “Ser de vida longa”. É como os vampiros chamam a sí próprios. A origem da palavra vem de Matusalém, personagem biblica do antigo testamento, citado em Gênesis 5:21-27, e que teria sido filho de Enoque e o avó de Noé. Geralmente é conhecido por ser o personagem mais longevo de toda a Biblia, tendo vivido por 969 anos.

Armagedon: A origem da palavra vem do hebraico “Har Megido”, ou monte Megido, um local de grandes batalhas narradas na biblia (especialmente no livro de Reis), que cultimouna queda da dinastia de Davi e começou  inspirar história sobre a vinda de um messias. Ele é citado no apocalipse 16:16 como “um local das batalhas decisivas”.

Iron Maiden: Do inglês, “donzela de ferro”. Nome dado aum artefato de tortura medieval utilizado para castigar criminosos em geral (exceto que atentava contra  o rei, para quem eram aplicado outros meios) e para interrogar acusados de bruxaria. Tratava-se de uma espécie de sarcófago de aparência externa antropomorfa e com seu interior cravejado de pregos. Ao trancar-se a vítima em seu interior, os pregos a obrigavam a ficar em posição vertical ao penetrarem superficialmente em seu corpo e em áreas não vitais. Assim, o torturado sofria com a dor e a falta de ar, mas não necessariamente morria no aparelho.

Igne Natura Renovatur Integra: do latim, “é pelo fogo que a natureza se renova”.

Rosenkreuz Orden: No mangá, organização misteriosa interessada na discórdia ente methuselah e humanos. No mundo real, faz referência a Chistian Rozenkreuz (1378(?) – 1484 (?)), personagem mítico, tracidiconalmente aceito como o fundador da Rosacruz, organização hermética que afirma prestar auxilio à evolução espiritual da humanidade. Há quem defenda que a Ordem Rosacruz é, a partir do século XIV, uma grande difusora, se não a fonte, do pensamento hermético-cristão e alquímico. Há também quem afirme que a ordem teve inicio no século XVII, quando três textos anônimos foram elaborados e lançados na Europa: “Famas Fraternitatis R.C.”, “Confessio Fraternitatis Rosae Crucis” e “Núpcias Alquímicas de Christian Rozenkreuz”.

Rosário: refere-se ao objeto terço, semelhante a um colar de contas grandes e pequenas, utilizado para oração na religião católica. O Rosário, na verdade, é o nome dado ao ato da oração, que consiste tradicionalmente em três terços, ou seja, repetir três vezes o conjunto de orações correspondentes a cada conta do objeto terço.

Dejà-vu: do francês, significa “já visto”. Expressão que nomeia a confussão da memoria, quando se tem a sensação de já conhecer ou já ter passado por uma determinada situação.

Ifrit: espécie de gênio na mitlogia árabe. Em geral, caracterizados como enormes criaturas aladas que vivem no subsolos ou runas, e que podem ser bons ou maus. Na maioria das histórias, pessoas afortunadas encontram ifrits que foram presos por magos em lâmpadas mágicas e forçados a concederem desejos.

Inquisição: o termo se refere a instituição criada em 1184 pela Igreja Católica Apostólica Romana responsável pela apuiração e punição de atos de heresia por parte dos católicos. Muito conhecido por ter utilizado métodos violentos de tortura e execução, foi extinta gradualmente ao longo do século XVIII. Foi especialmente violenta na Espanha e em Portugal – neste último, formalmente extinta apenas em 1821.

Il Ruiante: Do italiano “o destruidor”

Screamer: do ingês, “gritador”, “urrador”

The Undertaker: do ingês, “o coveiro”

Kresnik: ou krsnik, divindade pagã da Eslovênia, também conhecido como Svarozic, filho do deus Svarog. É caracterizado como um rei de poderes mágicos e patrono da agricultrua, com mãos e cabelos dourados. Pórem, em alguns contos, é caracterizado como um cervo dourado com galhada, que vive nas montanhas. Já no folclore istria, do litoral da península balcânica, krsnik é a criatura que faz oposição aos kudlak, um tipo de vampiro. Diz-se que, durante a noite, a alma do krsnik pode deixar seu corpo, tanto voluntariamente quando devido a uma força maior, e habitar o corpo de um animal para repelir os kudlak. Sua presença na comunidade poderia garantir uma boa colheita, sáude e felicidade.

Ano Galo: refere-se a um dos doze signos do zodiaco chinês. Este horóscopo é anual e o ciclo se renova a cada 12 anos. O ano do galo ao que o autor se refere é 2005.

Demômio:  no original japonês, “akuma”, um tipo de entidade sobrenatural da mitologia japonesa. Como Chrno Crusade é uma história que ocorre no Ocidente, o termo foi adaptado para “demônio”

Gárgulas: na arquiterura são desaguadouros, ou seja, a parte saliente das calhas de telhados que se destina a escoar águas pluviais a certa distância da parede e que, especialmente na Idade Média, eram ornadas com figuras monstruosas, humanas ou animalescas, comumente presentes na arquiterua gótica. O termo se origina do francês, “gargouille”, “garganta”, e do latim “gurgulio”, “gula”. Curiosamente, existe uma lenda francesa sobre a derrota do dragão Gargouille, o terror do rio Sena, por um bispo de Ruão, São Romain (631-641 d.c), e um misterioso prisioneiro

Ghoul: ghul ou ghol. Mostro humanóide da mitologia árabe citado no Alcorão que habita e reside em cemitérios e outros locais fúnebre, e que se alimenta de cadáveres humanos. Geralmente é adaptado na língua portuguesa como “carniçal”.

Gospel: do inglês, “God-spell”, “boas novas”. O gênero musical gospel é caracterizado por letras de contéudo cristão.

Legião: de acordo com a Bíblia, “Legião” foi o nome pelo qual se identificou um dos dois homens possuídos por espíritos malignos, com quem Jesus Cristo se encontrou na região ao Leste do Mar da Galiléia (Mateus 8:28-34; Marcos 5:1-20; Lucas 8:26-39). “Avistando Jesus ao longe, correu, prostou-se diante dele e disse em alta voz: “Que tens a ver comigo, ò Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te, por Deus, que não me atormentes!”. Jesus dizia: ‘Sai desse homem, espírito maligno.’. Em seguida, perguntou-lhe: “Qual é o teu nome?’. Respondeu: ‘o meu nome é Legião, pois somos muitos.” Segundo os evangelhos, tais homens sob possessão eram tão ferozes que ninguém ousava passar pela área em que ele habitavam, no meio dos túmulos. O homem dizia que seu nome era “Legião”, andava nu, clamando dia e noite em alta voz e se cortando com pedras. Todos os esforços de amarrá-lo, mesmo com correntes, falharam. Jesus Cristo expulsou os demônios desse homem, os transferindo para habitar nos corpos de porcos, e fez com que estes se lançassem de um precipício em direção ao mar, morrendo assim no Mar da Galiléia.

Leraie: Leraje ou Leraye é o décimo quarto espirito dos setenta e dois citados no Ars Goetia, a primeira parte do grimório (livro de magias) “Lemegeton Clavicula Salomonis”, ou “As Clavículas de Salomão” (compilação de textos desde o século XIV), especificamente em uma parte do livro denominado como “A Chavae Menor de Salomão”, datada do séuclo XVII. Segundo a Demonoligia baseada nessa obra, Leraie é um marquês de grande poder, general de trinta legiões de espíritos menores, e cuja aparência é de um humano arqueiro de manto verde.

Poltergeist: do alemão, “polder”, que significa “ruído”, e “geist”, “espírito”. Evento sobrenatural, em geral caracterizado pela “manifestação” de espíritos, ou seja, objetos suspensos no ar e “dançando”, mal funcionamento súbito em eletrodomésticos, luzes e sons fantasmagóricos, estranhos odores etc.

Principados:  categoria hieráquica de hordas militares, mas pode designar também o local ou domínio de anjos ou demônios. É citado na Bíblia no Livro de Efésios, Capitulo 3, Verso 10: “…paraque, pela Igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais”. Na ordem hierárquica de títulos dos anjos, da maior para a menor, é a sétima, sendo a categoria mais elevada dos anjos inferiores. Anjos Superiores: Serafim (Shi-tenshi), Querubim (Ti-tenshi) e Trono (Za-tenshi). Anjos intermediários: Domínio (Shu-tenshi), Virtude (Riki-tenshi) e Potência (Nou-tenshi). Anjos Inferiores: Principado (Ken-tenshi), Arcanjo (Dai-tenshi) e Anjo (Tenshi).

Satanismo: movimento religiosos e filosófico centrado em torno de Satã e outras entidades identificadas com Satã, ou centrado nas forças da natureza, em particular a natureza humana. O  satanismo foca a sua atenção no avanço espiritual e hedonista do indivíduo em vez de a focar na submissão a uma divindade ou a um conjunto de leis morais. Anton La Vey (1930-1997) fundou a primeira Igreja Satânica “oficial” em São Francisco, EUA, em 1966. Para o satanismo de La Vey, os nove pecados satânicos são: a estupidez, a pretensão, solipsismo, a auto-ilusão, o conformismo das massas populacionais, a falta de percepção e consciência, a negligência, o orgulho contraprodutivo e a falta de estética.

Read Full Post »

A palavra católico vem do latim que significa universal. Todos nós evangélicos somos católicos também, mas somos católicos apostólicos cristão e não católicos apostólicos romanos. Pois se algo é universal não pode ser de Roma e Cristo Jesus é universal não está submetido a uma região e suas leis.

Read Full Post »

Os originais da Bíblia são a base para a elaboração de uma tradução confiável das Escrituras.

Grego, hebraico e aramaico foram os idiomas utilizados para escrever os originais das Escrituras Sagradas. O Antigo Testamento foi escrito em hebraico. Apenas alguns poucos textos foram escritos em aramaico. O Novo Testamento foi escrito originalmente em grego, que era a língua mais utilizada na época.

Os originais da Bíblia são a base para a elaboração de uma tradução confiável das Escrituras. Porém, não existe nenhuma versão original de manuscrito da Bíblia, mas sim cópias de cópias de cópias. Todos os autógrafos, isto é, os livros originais, como foram escritos pelos seus autores, se perderam. As edições do Antigo Testamento hebraico e do Novo Testamento grego se baseiam nas melhores e mais antigas cópias que existem e que foram encontradas graças às descobertas arqueológicas.

Para a tradução do Antigo Testamento, a Comissão de Tradução da SBB usa a Bíblia Stuttgartensia, publicada pela Sociedade Bíblica Alemã. Já para o Novo Testamento é utilizado The Greek New Testament, editado pelas Sociedades Bíblicas Unidas. Essas são as melhores edições dos textos hebraicos e gregos que existem hoje, disponíveis para tradutores.

Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil – www.sbb.org.br

Read Full Post »