Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \23\UTC 2012

Pesquisa revela redução de cristianismo e aumento de novas religiões no mundo

Uma pesquisa divulgada no Boletim Internacional de Pesquisa Missionária, criado pelo professor Davi Barret, revelou a redução percentual do cristianismo no mundo assim como o crescimento de novas religiões.  De acordo com os índices revelados, religião cristã, que tinha 34,5% de adeptos no início do século passado, atualmente está com 33,1%, uma perda de 1,4%.

Davi Barret é professor da Universidade Regent e trabalha com a análise dos dados sobre as religiões em todo o mundo. Os dados atuais apontaram que atualmente há mais de 2 milhões de cristãos no mundo, dentre os quais mais da metade são católicos. Os protestantes contabilizam mais de 350 milhões, em todo o mundo, dentre os quais, 80 milhões são anglicanos.

A pesquisa ainda revelou dados sobre a quantidades de templos cristãos no mundo, que somam hoje aproximadamente 3,5 milhões. A média de publicação de Bíblias ou de parte dela também mostrou a impressionante marca de 59 milhões de exemplares impressos anualmente. Outra marca surpreendente do estudo é sobre a quantidade de denominações cristãs, atualmente são mais de 35 mil em todo o mundo.

Mas, a pesquisa ainda trouxe dados sobre o Islã, que é a religião que mais cresce no mundo atualmente, contabilizando mais de 1,2 bilhão de seguidores, e a previsão é que no ano de 2025 o mundo tenha mais de 1,8 bilhão de muçulmanos. Já as novas religiões também tem apresentado um crescimento alto, atualmente somam mais de 10 mil, e a estimativa é que nos próximos quinze anos ultrapassem as 15 mil.

Fonte: Gospel+

Anúncios

Read Full Post »

Avivamento transforma a vida de muitos israelenses

Informações divulgadas pela agência de notícias CBN revelam que a comunidade judaica em geral tem se mantido cada vez mais aberta para compreender quem realmente é Yeshua (Jesus). Embora ninguém saiba exatamente quantos judeus messiânicos vivem em Israel, acredita-se que há 120 congregações e entre 10 e 15 mil judeus que creem em Jesus. Há mais de 10 anos, eram 350 crentes e 80 congregações.

“Creio com todo meu coração que, após voltarmos para esta terra, agora podemos ver o Senhor, o Espírito Santo, tirando o véu dos olhos dos judeus e cada vez mais estão passando a refletir a respeito, e dizem: ‘Um minuto… Jesus era judeu, talvez Ele era o Messias e nós o perdemos’”, diz Avi Mizrachi, que é pastor em Tel-Aviv.

Ayelet Ronen, uma cristã messiânica diz que “quando Jesus veio, quando Yeshua veio, Ele veio para falar para o nosso povo. Ele caminhou na nossa terra, Ele falou a nossa língua nas nossas sinagogas, Ele realmente veio por nós!”.

A família Ronen vive em Yad-Hashmona, um povoado a pouco mais de 16 km de Jerusalém onde só vivem cristãos messiânicos, e creem Jesus – o que para eles é algo normal -, celebram as festividades judaicas, circuncidam seus filhos, respeitam o sábado e servem no exército. Por mais que tenham uma vizinhança messiânica, eles também convivem com o restante da sociedade israelense.

Quanto aos judeus messiânicos, podemos constatar na bíblia algumas passagens que comprovam a sua presença nos tempos bíblicos:

“E, ouvindo-o eles, glorificaram ao Senhor, e disseram-lhe: Bem vês, irmão, quantos milhares de judeus há que crêem, etodos são zeladores da lei (perceba que foi motivo de regozijo).” Atos 21:20

“E crescia a palavra de Deus, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dos discípulos, e grande parte dos sacerdotes (note que eles permaneciam exercendo a sua função no judaísmo) obedecia à fé.” Atos 6:7

Os Ronens muitas vezes são considerados missionários – uma palavra considerada ofensiva em Israel -, mas eles insistem que não, declarando que compartilham a sua fé com quem desejar escutá-la e que jamais dizem que os outros “deveriam mudar”.

“Jesus disse que somos sal, devemos estar lá fora, e para brilharmos não podemos nos esconder”, confirma Daniel Ronen.

Com a recente onda de perseguição aos judeus messiânicos, a mídia passou a enfocar mais na questão. E pela primeira vez estão dizendo algo, inclusive, favoravelmente.

Os judeus norte-americanos Eddie e Jackie Santoro se tornaram messiânicos nos anos 70. “Eu disse: ‘Jesus, não sei se tu és real ou não, mas se estás aí, podes ter a minha vida, pois é tua e não minha’”, disse Eddie.

Asher Intrater, líder messiânico em Israel, conclui dizendo: “uma das nossas declarações-chave está em Romanos 11 e diz que todo Israel será salvo. Estamos focados não só no crescimento do Corpo de Cristo aqui, mas no retorno de Yeshua e que o Seu reino se estabeleça aqui na Terra”.

Fonte: Gospel+

Read Full Post »

Pastores são linchados e queimados vivos no Quênia

Dois pastores evangélicos foram linchados e queimados vivos em Jomvu, região de Mombasa, Quênia, no dia 08 de maio. Benjamim Juma, da Igreja Batista Nyali, e Kiolo Jackson, da Igreja Melchizedeki, teriam sido confundidos com ladrões pela população, que os atacou e ateou fogo nos dois homens que queimaram até a morte.

Os pastores estavam organizando uma cruzada evangelística na cidade, um outro homem que os acompanhava conseguiu fugir do linchamento, após tentar convencer a multidão de que os pastores era inocentes. Segundo a Divisão de Polícia de Mombasa, já há cinco suspeitos, que serão indiciados tão logo sejam concluídas as investigações.

Em entrevista à imprensa do país, Gladys Juma, viúva do pastor Juma explicou como recebeu a notícia,  “um amigo do meu marido recebeu uma ligação sobre o incidente, mas num primeiro momento o ignorou, achou que fosse uma brincadeira ou engano. Mas depois de procurar Benjamin e não o encontrar, ele ficou preocupado e chamou alguns amigos na tentativa de localizá-lo. Depois vieram à minha casa para verificar se ele estava, mas eu lhes disse que ainda não havia chegado”.

“Eles diziam às pessoas que não eram ladrões, mas ninguém os ouviu. A multidão tinha todas as informações necessárias sobre eles. Ninguém sequer se preocupou em verificar se eles eram ou não de fato os ladrões. Eles poderiam ter perguntado! Eles não se incomodaram em queimá-los vivos”, explicou a mulher.

Chorando, ela concluiu, “Eu não sei o que eles usaram, se era gasolina ou qualquer outra coisa, mas após o incêndio, não dava pra ver nada (as partes do corpo ), havia apenas pedaços de carvão”.

Fonte: Gospel+

Read Full Post »

Em debate, professor de ciências da religião afirma que “igreja evangélica se tornou extremamente corrupta”. Assista na íntegra

O tema corrupção é parte dos assuntos abordados na Carta de Princípios para 2012 da Universidade Presbiteriana Mackenzie e foi discutida no programa “Academia em Debate”, pelo reverendo Augustus Nicodemus Gomes Lopes, chanceler da universidade e pelo Doutor e professor de ciência da religião Paulo Romeiro.

Sobre as igrejas evangélicas brasileiras, Romeiro afirmou que “uma boa parte da igreja brasileira se tornou extremamente corrupta. As igrejas se tornaram muito criativas no levantamento de fundos, você vai encontrar uma campanha depois da outra, um objeto depois do outro”.

Segundo Romeiro, “a questão da corrupção se tornou muito visível no contexto evangélico brasileiro” e que “a corrupção está nas entranhas” da sociedade brasileira, o que influenciaria na conduta das lideranças evangélicas neopentecostais.

Entre questões eclesiásticas que influenciam as prioridades de muitos líderes, está o distanciamento da “palavra de Deus”, de acordo com Paulo Romeiro, que emendou: “Hoje as igrejas se preocupam mais com o carisma do que com o caráter”.

O reverendo Nicodemus pontuou que não há irregularidades em arrecadar doações, porém “o problema é que estão entregando o dinheiro da viúva pobre para enriquecimento próprio”.

Assista no vídeo abaixo, a íntegra do programa “Academia em Debate”:

Fonte: Gospel+

Read Full Post »

Pastor Herandes Dias Lopes questiona crescimento da igreja evangélica e afirma: “Precisamos de um avivamento e não de histeria coletiva”

Entre os dias 7 a 11 de maio aconteceu em Águas de Lindóia, SP, o 39° Encontro da Sepal (Servindo Pastores e Líderes). O evento contou com a participação de vários preletores, entre eles Bill Hybels, pastor da megaigreja americana, Willow Creek, o tradutor da SBB e pastor Vilson Scholz, o professor e pastor Luiz Sayão, o missionário da Sepal e Diretor de Lausanne para a América Latina, Marcos Amado e o pastor presbiteriano Hernandes Dias Lopes, que em sua palestra denominada “O Derramamento do Espírito”, falou sobre o crescimento da igreja evangélica no Brasil, o avivamento, entre outros assuntos.

As pesquisas e estatísticas mostram um rápido crescimento da população evangélica no país, e o pastor levantou uma série de questionamentos sobre a validade e a relevância desse crescimento.

Segundo dados da pesquisa divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) no “Novo Mapa das Religiões”, a população evangélica cresceu em 13,13% entre 2003 e 2009, representando 20,23% da população em 2009. De acordo com a SEPAL, a projeção da população evangélica para o ano de 2011 é de 57,4 milhões e há ainda previsão de que em 2020 a população evangélica represente mais de 50% da população brasileira.

Diante desse números, Lopes questiona se os que estão crescendo, são realmente verdadeiros cristãos evangélicos, questionando não o número de cristãos declarados, mas se eles são cristãos verdadeiros. Ele aponta ainda algumas falhas na igreja evangélica brasileira como a pregação de um Evangelho “híbrido”, “sincrético”, ou seja, “um outro Evangelho”. “Eu tenho dúvida se são os evangélicos que estão crescendo”, afirma Hernandes Dias Lopes, de acordo com o The Christian Post.

“Precisamos de um avivamento e não de histeria coletiva. Tem muita histeria coletiva hoje em nome do avivamento. O avivamento não é um emocionalismo histérico, o avivamento é de Deus…”, afirmou Lopes.

Fonte: Gospel+

Read Full Post »

Casal perde a guarda dos filhos após abandonar islamismo e se converter ao cristianismo; Testemunho tem levado pessoas à conversão

Um casal perdeu a guarda dos filhos por se converter ao cristianismo, em um país africano de maioria muçulmana.

De acordo com informações da agência Baptist Press, um homem identificado como Beniam teve seus filhos levados de casa após seu pai saber que ele havia se convertido à fé cristã.

Beniam e sua esposa não veem os filhos há meses, mas continuam pregando sobre a Bíblia, e pessoas tem se convertido através de sua mensagem, de acordo com informações do The Christian Post.

Segundo Beniam, seu pai soube de sua conversão ao chegar em sua casa e encontrar o neto lendo a Bíblia: “Meu pai viu meu filho ler minha Bíblia e perguntou pra ele o que era. Meu filho lhe respondeu dizendo que era a Bíblia e ele ficou muito nervoso”, relatou o homem, que ouviu do pai que ele já não se importava com ele: “Quando você morrer eu não vou ao seu funeral. Pra mim você já está morto e não é mais meu filho”.

Após a discussão, o pai de Beniam levou os filhos do casal afirmando que seus netos não poderiam ser criados por infiéis. “Apesar de ele ter levado meus filhos, e ainda dizendo que estou morto para ele, não vou deixar de falar da salvação de Jesus. Continuo compartilhando a Bíblia para aqueles que querem conhecer a verdade”, afirma o cristão.

Beniam conta sua motivação: “Eu sei qual é a verdade e uma vez que conhece a verdade, não pode mais voltar atrás. Eu e minha esposa temos decidido seguir o caminho de Jesus e nossos filhos vão voltar”, diz ele.

O casal tem buscado meios legais de reaver a guarda dos filhos e com seu testemunho e pregações, tem levado pessoas a se converterem ao cristianismo, segundo o Baptist Press.

Fonte: Gospel+

Read Full Post »