Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2010

Como é difícil para o cristão de hoje perdoar. Não conseguimos sequer perdoar o irmão que pecou contra si mesmo, quanto mais se o pecado dele nos afetar diretamente. Quantos são desprezados dentro de nossas igrejas por haverem caído, por errar o alvo, sem chance de se levantar, a não ser sozinhos.

Inconscientemente achamos que seremos culpados de cumplicidade com o pecado caso sejamos suporte para um irmão pecador e, na prática, é isso que o restante da igreja pensa. Usamos todo o tipo de desculpa para não perdoar ou então perdoamos submetendo à pessoa a todo tipo de regra e condição para receber tão esperado perdão. Criamos até mesmo um chavão para perdoar: “Você está perdoado, mas as coisas nunca mais serão como antes…”.

Pobre de nós, infelizes pecadores. Mal sabemos que poderemos ser os próximos a sofrer esse desprezo. Não percebemos que poderemos estar perto da mesma queda, e se isso acontecer estaremos também sozinhos, presos pelo arrependimento, mas sem a chave do perdão para nos livrar.

Todos nós conhecemos alguns exemplos de perdão como os do vídeo acima, narrados na música do grupo Ao Cubo ou encarnado no exemplo de vida dos pais do menino Ives, modelos radicais como estes, porém, em sua maioria são vividos por pessoas que não professam ser discípulos de Cristo. Que vergonha! Até mesmo os gentis são capazes de perdoar, mas nós, filhos de Deus, perdoados e salvos por Cristo, relutamos em perdoar até mesmo a menor das ofensas…

Só existe um modelo para o perdão, o modelo de Cristo, e só existe um motivo para o cristão não perdoar seu irmão: não ser Cristão.

Reflita sobre o perdão e exercite-o, a sua vida depende disso.

Read Full Post »

Rosinha Garotinho, ex-governadora evangélica do Rio de Janeiro, é denunciada pelo Ministério Público

Um terreno aceito para quitar débitos de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias), em dezembro de 2006, sem avaliação oficial do estado, sustenta uma ação da 6ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Cidadania do Ministério Público contra a ex-governadora e atual prefeita de Campos, Rosinha Garotinho.

De acordo com a denúncia, a negociação teria causado um prejuízo de R$ 41 milhões aos cofres públicos do estado. Rosinha foi procurada pelo G1, mas, segundo seu assessor, Franio Abreu, a ex-governadora estaria em um compromisso em Brasília e não poderia se pronunciar no momento.

Segundo o teor da ação, o imóvel foi recebido em pagamento pelas dívidas como se valesse R$ 48.171.331,61. Porém, teria sido avaliado em R$ 7.146.166,79 por técnicos da atual gestão da procuradoria-geral do estado, que pediu a anulação da negociação.

A denúncia do MP revela ainda que a avaliação do terreno teria sido feita pelas próprias empresas interessadas. Ou seja, os devedores de impostos.

Fonte: G1

Read Full Post »

Mais de cem fiéis russos foram hospitalizados após beberem água benta durante a celebração religiosa ortodoxa da Epifania na localidade de Irkutsk, no leste do país.

Um total de 117 pessoas –entre elas 48 crianças– foram internadas com dores intestinais agudas após tomarem a água que era oferecida em uma igreja local, informou Vladimir Salovarov, porta-voz do Comitê de Investigações de Irkutsk.

Segundo ele, 204 pessoas receberam tratamento médico após consumirem a água benta.

No entanto, de acordo com o porta-voz, as causas estão sendo investigadas, e ainda é cedo para afirmar que a água foi de fato a causa da doença.

Muitos fiéis russos consideram sagrada a água obtida durante a Epifania — festividade que os ortodoxos celebram em 19 de janeiro.

Frequentemente, a água benta é engarrafada para ser consumida posteriormente.

Uma grande quantidade de água da torneira não é potável na Rússia.

Fonte: Folha Online

Read Full Post »

Cid Guerreiro, artista de axé famoso nos anos 90, vai lançar trio elétrico de axé gospel

Para comemorar seus 30 anos de carreira e os 25 anos do axé music, o cantor e compositor Cid Guerreiro, autor do sucesso “Ilariê”, vai sair no carnaval de Salvador com um trio elétrico inusitado. A novidade, o axé gospel, mistura os tambores do ritmo característico da capital baiana com letras que falam de Deus.

“Eu me tornei evangélico há quatro anos e, em 2009, já tinha saído em um trio elétrico cantando músicas do mundo e músicas evangélicas. Nesse ano, porém, Deus tocou meu coração e vou cantar apenas músicas evangélicas, mas no ritmo do axé, com swing. Todas as músicas são de minha composição”, diz Guerreiro ao G1.

Para o cantor, o carnaval é uma boa oportunidade para evangelizar. “Nosso trio vai ter outros artistas evangélicos convidados e essa será uma oportunidade para mostrar para o povo que ser cristão não é ser careta. O ritmo é de Deus e, no carnaval, que é a festa da carne, podemos fazer a festa do espírito.”

O trio de Cid Guerreiro deve sair nos circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Campo Grande), mas as datas de apresentação ainda não foram definidas. “Estou aguardando uma definição da prefeitura, mas já posso garantir que o trio vai sair no meio do povo, e será gratuito”, afirma.

Entre as músicas que vão embalar a pipoca está “Prego na mão”, do CD “Guerreiro de Deus”. Conheça o hit:

Prego na mão

(Cid Guerreiro)

Prego na mão
Prego na mão
Jesus morreu na cruz por nossa salvação
Deus, tu és poderoso
Deus, tu és muito mais que sei
Deus, és maravilhoso
Deus, meu amigo, meu rei

Eu quero me humilhar
Viver a minha vida só pra Ti
Deus, quero poder andar e na palavra Te seguir

E dizem que não sou capaz
De dar a minha vida ao Senhor
Mas sei o que fez atrás
Destes o Teu filho como salvador por mim

Prego na mão
Prego na mão
Jesus morreu na cruz por nossa salvação

Deus, tu és poderoso
Deus, tu és muito mais que sei
Deus, és maravilhoso
Deus, meu amigo, meu rei

Queria Te conhecer
Poder estar mais perto do Senhor
E a toda hora agradecer
E amar como Seu filho me amou

Jesus foi a salvação
E a glória desse mundo é do Senhor
Por isso eu canto essa canção
Pois destes o Teu filho como salvador por mim

Prego na mão
Prego na mão
Jesus morreu na cruz por nossa salvação (4x)

Fonte: G1 (Via O Verbo)

Read Full Post »

Caio Fábio causa polêmica ao comentar sobre estupro, aborto e a igreja

Caio Fábio, como sempre, é polêmico. Até mesmo seu site, que funciona como divã virtual, vira e mexe recebe cartas que prometem debates acalorados e mostram uma realidade que a igreja evangélica teima em não perceber. Nesta semana o reverendo escreveu um texto em que declara que os crentes estão trocando a verdade pela mentira. A carta é resposta a desabafo de uma internauta, que pede conselho ao líder, sobre um abuso sexual que sofreu por um seminarista. A confusão não para por ai, ao descobrir que está grávida do rapaz, que no passado foi aconselhado por seu pai, também pastor, a abortar de um outro relacionamento.

Ao todo são três cartas que Caio cita. A primeira é desta jovem, que após um longo namoro, sofreu abuso sexual e agressões do seminarista. Depois do acontecido descobriu que estava grávida e não sabia o que fazer. No texto, relata, após o fato procurou o pastor do jovem que orientou a perdoar e esquecer. “Disse que um cristão não denuncia outro cristão e que se eu resolvesse denunciar, eu estaria me arriscando. Chocada eu me calei e resolvi ficar quieta. Agora descobri que estou grávida… E já não sei o que fazer!”, reproduz.

Após a primeira carta, a mãe do seminarista também respondeu a Caio relatando outro caso assustador. O então seminarista engravidou outra jovem e, aconselhado por seu pai, também pastor, incentivou o aborto. Com a repercussão negativa o seminarista foi enviado para o exterior. Munida destas informações, a mãe do jovem abrigou a vitima de abuso – que estava passando por sérias dificuldades-, e tomou uma atitude: pediu divórcio e está na dúvida se denuncia o filho à justiça.

Leia o desabafo de Caio Fábio sobre os temas acima:

OS CRENTES ESTÃO TROCANDO A VERDADE PELA MENTIRA… você não?…

Fico perplexo com coisas que em geral não deixam quase ninguém chocado…

Por exemplo, esta semana publiquei uma série de cartas que recebi, todas relacionadas a um caso de estupro praticado por um seminarista, com todos os requintes de mafiosidade religiosa, e, ante cujo fato, a mãe do seminarista estuprador enfrentou o filho e o pai dele, pastor e galinhento; e, além disso, assumiu a “nora” que não é nora [ela será a mãe do futuro netinho dessa senhora], como filha, pondo-a aos seus cuidados…

Ora, tal ocorrência, horrível e nojenta em todos os seus aspectos…, teve um final feliz pela Graça, pois, uma mãe de verdade, preferiu enfrentar tudo e todos a consentir com tamanha malignidade…

Entretanto, tal fato do amor gerou um estado de “Ó!” em muitos que leram as cartas…

Perversa e pudicamente houve quem indagasse se eu não “criava” as cartas a fim de “ilustrar” o que eu dizia…

Que modo elegante de dizer que você é um estelionatário!…

Eles, todavia, os que assim dizem, julgam-me por eles mesmos…

Portanto, ao assim dizerem, de fato se confessam… Sim, dizem o que são capazes de fazer…

O meu choque, no entanto, é que esses mesmos são capazes de escandalizarem-se quando digo que os “evangélicos” estão cheios de curas fajutas, inventadas; cheios de “milagreiros bandidos”…; cheios de estelionatários descobertos até pela Polícia…; cheios de malfeitores angariando fundos em nome da teologia da prosperidade…; cheios de dejetos do engano e da mentira…; cheios de Síndrome de Lúcifer…

Duvidarem do amor como graça e perdão e não duvidarem da mandinga do charlatão, para mim mostra o estado espiritual das pessoas…

Isto tudo, portanto, revela apenas uma coisa…

As loucuras dos “evangélicos” são aceitáveis, criveis e até objeto de enfrentamento [quando denunciadas] por parte de muitos daqueles que, hoje, dizem que uma carta de justiça, verdade, sinceridade e perdão, só pode ser invenção…

Este é o estado espiritual das pessoas…

A mentira é crida e defendia…

A verdade é ficção…

Tem-se detido tanto a verdade pela mentira; tem-se trocado tanto a verdade do Evangelho pelas invenções dos homens…, que, na hora da verdade mais simples e caracterizadora do Evangelho ser manifestada…, os “crentes” que aceitam toda sorte de picaretagem, dizem: “Ah, não!… Esse negócio só pode ser ficção!”…

Sabe por que dizem assim?…

Porque se acostumaram a fazer o mal e desaprenderam a fazer o bem…

Por isto o mal é normal e a Graça da verdade, da coragem e do perdão parecem tão “alienígenas” aos crentes…

Sim, a desgraça cresceu tanto que a normalidade do Evangelho está se tornando obra de ficção!…

E mais: tal atitude demonstra o estado de morte da maioria…

A esses digo:

O Cerulo vem aí e vai curar todo mundo! Vão lá… É tudo verdade!

A esses também digo:

Que coisa horrível… Existe uma menina que, estuprada, perdoa e decide ter o filho… Existe uma mãe que, sabendo do ato do filho, enfrentou a ele, ao pai dele, à denominação toda; tudo por não aceitar mais a injustiça… Vê se pode?… São loucas!…

Assim, mais uma vez ouço a voz de Jesus a indagar:…

“Quando vier o Filho do Homem, por ventura encontrará fé na terra?”

Nele, que somente se escandaliza com o escândalo dos fariseus e dos cínicos que vivem da religião das mentiras feitas de modo e de etiqueta de perversidade.

Caio Fábio.

Fonte: Creio

Read Full Post »

Por Levi Bronzeado e Leonardo Gonçalves

Descia um negro do Haiti para as bandas do norte do Brasil. Carregava uma espécie de boneco em uma de suas mãos, além de uns poucos trocados nos bolsos. Chegara à região setentrional deste país, onde, a boca pequena, se ouvia dizer ser bastante “evangelizada”.

Repentinamente, o haitiano se vê nas mãos de assaltantes, que o despojaram e o espancaram deixando-o quase morto ao solo.

Casualmente, descia pelo mesmo caminho certo sacerdote de olhar SEVERO, que vendo o desvalido no chão, a gemer, com um pequeno boneco ainda pendente de suas mãos flácidas e pálidas, passou de largo, dizendo: “Este, naturalmente está recebendo o merecido castigo Divino por adorar o boneco “vodu”!

De igual modo também um crente carismático, oriundo de alguma denominação neopentecostal chegou àquele lugar e, vendo-o passou de largo, bradando: “Está tudo amarrado!”, e nada fez pelo miserável.

Mas um soldado brasileiro e uma senhora de pele clara que chegavam de Porto Príncipe, ao ver o ferido, moveram-se de ÍNTIMA COMPAIXÃO.

Aproximando-se, ataram-lhe as feridas, deitando-lhe azeite e uma aguardente que o soldado levava em sua mochila. Então o soldado, pondo-o em seu carro, levou-o para um hospital, onde ele recebeu tratamento médico adequado.

***
Em memória dos 20 soldados brasileiros da força de paz, que morreram heroicamente no Haiti, e de Zilda Arns, mulher de fibra que ajudou milhares de crianças a vencer a desnutrição.

Read Full Post »

Por Vera Siqueira

A TV foi invadida pelos reality shows, programas onde mostram o dia-a-dia de pessoas comuns ou celebridades, uma espécie de zoológico humano. Na Globo temos o famigerado BBB em sua décima edição, na Record temos o Ídolos e A Fazenda, no SBT o Esquadrão da Moda, e temos até canais por assinatura especializados em reality’s, como o Discovery Home and Health e o People and Arts (confesso que, nesse meu período “preferencial”, tenho assistido a muitos programas sobre bebês e babás, para ver se ganho alguma experiência).

Porém, a novidade do momento em termos de reality shows ocorrerá dia 6 de março na Rede TV, com o Desafio da Música Gospel, uma espécie de Ídolos ou Fama para crentes. Apresentado pelo casal neoevangélico Andréia Sorvetão e Conrado, seguirá o mesmo formato de seus antecessores seculares: provas para qualificação dos candidatos e depois treinos, ensaios, aulas de música que aperfeiçoarão seu dom, culminando em apresentações com caráter eliminatório, onde a cada dia um participante deixará o programa, restando um vencedor final. O programa promete distribuir cerca de R$ 5 milhões em prêmios. Segundo o site O Fuxico, a inscrição de cada participante será de R$ 70,00.

Mas e aí? Algum problema?

Todos.

A questão é: quem estará participando? Simples apreciadores do gênero gospel, ou crentes que adoram a Deus através de sua música? Com certeza, serão crentes, e para esses fica a pergunta: é lícito comercializar com um dom que Deus nos deu para Sua adoração? É lícito buscarmos fama e dinheiro em nome de Deus (pois as músicas a serem cantadas serão em Sua homenagem)? Na Bíblia descobrimos que Deus não divide Sua glória com ninguém. Por que queremos agradar a Deus por um lado, mas buscar glória pessoal por outro?

Outra coisa: como selecionar o melhor “adorador”? Será que cantar afinado e bonito significa estar fazendo o melhor para Deus? E se o quesito em questão é apenas o talento musical, não seria mais honesto deixar o nome de Deus bem longe disso tudo?

Infelizmente, Deus hoje tem sido para muitos apenas meio de se obter privilégios. Seja através da luciferiana teologia da prosperidade, seja através de reality shows gospel, o nome de Deus serve apenas como desculpa para sermos mais abençoados financeiramente, o que nos faz mais amigos do mundo, quando na verdade deveríamos, como povo de Deus, ser estrangeiros nele.

Viver nesse mundo não significa adotar os valores desse mundo; ao contrário, Jesus nos chama para ser sal e luz, para dar gosto e iluminar o ambiente, não para aceitarmos passivamente o que nos é apresentado. Porém, cada vez mais os crentes trocam Cristo pelas benesses que esse mundo que jaz no maligno pode nos oferecer.

Judas trocou Cristo por 30 moedas de prata. Nós o trocamos pelas bênçãos materiais e pelo sucesso pessoal. Em que nos diferimos? Em nada. Minto. Judas é muito melhor do que nós, pois este pelo menos se arrependeu e tentou devolver as moedas. Já nós, que também nos dizemos seguidores fiéis de Cristo, guardamos cada moedinha e ainda buscamos mais, sempre usando o nome de Deus da forma mais manipuladora possível.

Tenho nojo de artistas gospel, seja cantores ou pregadores. Me dá asco ver celebridades gospel usando do nome de Deus para justificar seus ganhos ilegais, a compra do jatinho particular, a venda de ingressos para que os meros mortais possam assisti-los ao vivo e a cores em congressos e shows, como se fossem popstars e não mensageiros do Evangelho. E pensar que Jesus, nosso exemplo maior, nunca buscou fama ou riquezas, ao contrário, buscava apenas nos mostrar o Pai através Dele. Mas quem hoje quer ver o Pai, se pode ver o crescimento de sua conta bancária particular?

Não temos mais o temor de Deus. Isso mostra que nem amor a Ele temos mais, pois Mamom já tomou conta dos nossos corações. A porta está ficando cada vez mais estreita, e cada vez menos cristãos buscam passar por ela. Por outro lado, Mamom está de braços abertos, distribuindo fama e dinheiro para todos os seus filhos odiados, mas que se sentem amados por ele. Mamom não se importa que lhe chamem de Jesus, o nome a que se dirigem é o de menos, o que realmente importa é o que está no coração, e nosso coração está a cada dia mais cauterizado em adoração ao deus desse mundo que tanto amamos, e no qual queremos ter primazia.

Não sei onde fica a Rede TV, sei que é em São Paulo, e sinceramente gostaria de estar lá, na estréia do programa, com uma faixa a ser estendida (mas que sei que não durará 10 minutos):
“VOLTEMOS AO EVANGELHO PURO E SIMPLES. O $HOW TEM QUE PARAR”
***
Postou Vera Siqueira, mais uma mente cristã subversiva a colaborar no Púlpito Cristão

Read Full Post »

Older Posts »